Meu Lugar.

Meu lugar.

Apaguei tudo, depois de lido, relido, apaguei tudo. Eram lembranças que decidi não lembrar mais, não que fossem lembranças ruins, mas só não queria lembrar mais.
Lembranças que doíam e de alguma forma apertavam meu coração, me deixavam com uma saudade imensa...
Saudade, por que tudo aqui me dava saudade de lá?
Claro, meu sangue estava lá e lá estava tudo o que eu realmente queria, minha casa, minha família, minha alegria...
Ah, que saudades de lá.
As folhas verdes que balançavam com o vento não estavam me trazendo esperança, por quê será? A esperança estava é me trazendo desesperança daqui, daqui desse lugar que não era meu lar.
Ah, como eu queria o meu lar, meu lugar.

Ana Maria Basso.
Sem Comentários

Deixe o primeiro comentário

Todos os direitos reservados