Tristeza.

Tristeza.


Amor rompido
Amor punido com dor
E profundo rancor.

Tristeza presente
Que faz ausente esse grande amor.
Amor que embeleza o espírito e a vida.
Amor que torna a vida um lugar
Cheio de graça e de esplendor.

Alma solitária
Que sente a ausência
Do seu grande amor
Que sem motivos a deixou
Esperando...
Chorando...
E imaginando porquê...
Por quê?

Porque sem motivo
Tudo ficou esquecido
Tudo ficou rompido.

A solidão se superou
E envenenou essa relação
Que sem razão se perdeu na imensidão
Dessa vida maldita que só se supera
Com um grande amor.


Ana Maria Basso.
Sem Comentários

Deixe o primeiro comentário

Todos os direitos reservados