Chegamos em Sevilha! Cidade grande, linda, mas não tem estacionamento!!! Rodamos e rodamos pelas imediações do nosso hostel, e nada! Estacionamos há quase 2 km longe de onde ficaríamos hospedados. 
Nosso hostel. Lindinho.
Chegamos, nos instalamos e a gerente nos indicou um restaurante especializado em Tapas, comida típica espanhola. Estávamos com muiiita fome. Eslava é o nome. A escolha não poderia ter sido melhor! Tudo delicioso!!!

O cardápio está logo alí atrás!
Esse é "Um Cigarro para Becquer"

Aqui pode-se ver as sardinhas e o famoso "Huevo Sobre Bizcocho"
 Hora de voltar para o hostel e descansar.
 Sevilha é a quarta maior cidade espanhola e a capital da Andaluzia. Já foi celebre com os Romanos e os Árabes e alcançou todo o seu esplendor no ciclo do ouro. Daqui, o comércio com o novo mundo era controlado nos tempos dos descobrimentos. Sua riqueza segue viva na sua arquitetura e religiosidade.
A catedral de Sevilha é a maior da Espanha. É conhecida como Catedral de Santa Maria da Sede.
Com seu estilo gótico, recebeu o título de Patrimônio da Humanidade em 1987. É, sem dúvidas, a maior catedral gótica do mundo.




Caminhando por Sevilha...


Torre del Oro. Essa torre recebeu esse nome porque no passado, suas paredes eram cobertas por azulejos de ouro.
Plaza de Toros de la Maestranza.
Plaza del Cabildo.




Alcázar.

                    Você caminha e caminha e a Catedral parece estar sempre alí, pertinho...
Chegamos na Plaza de España. Construida em 1929 toda em tijolo e cerâmica, tem a forma semicircular, e um belo chafariz bem ao centro. Linda! Uma vez eu li que o formato semicircular da praça representa um sorriso de boas vindas a quem por lá passa.
 Há um canal que circunda a praça onde você pode andar de barco e se deliciar com a vista, ter uma diferente perspectiva do lugar.


Olha só nossa alegria!! O sorriso de boas vindas da Plaza de España é contagiante! Não poderia faltar "o pulo"!
Os bancos da praça são decorados com painéis de azulejos que retratam um tempo na história da região. Alí as pessoas deixam livros pra quem quiser curtir momentos de tranquilidade que a praça proporciona.
Existem quatro pontes em estilo mourisco pra se cruzar o canal que circunda a praça. Elas representam os quatro reinos medievais da Península Ibérica.
 Anexo à Plaza está o Parque Maria Luiza. Estendemos uma toalha no gramado e ficamos ali, descansando. O Parque é um charme. Tudo muito bem cuidado. Sevilha é toda linda!
 Olha a gente aí ...
                        Mais um pouco da Plaza de España de Sevilha, que me encantou!
 Pode, senhor Gilmar? ... rs
Antes de voltar para o hostel, jantamos uma boa paella e bebemos sangria, bem ao estilo espanhol.
 Hummm! rs...
Fechamos a noite com um belo casamento na catedral.
Muito ficou ainda por visitar em Sevilha. Uma boa desculpa para voltarmos em breve.

Sevilha, olé!

Chegamos em Sevilha! Cidade grande, linda, mas não tem estacionamento!!! Rodamos e rodamos pelas imediações do nosso hostel, e nada! Estacionamos há quase 2 km longe de onde ficaríamos hospedados. 
Nosso hostel. Lindinho.
Chegamos, nos instalamos e a gerente nos indicou um restaurante especializado em Tapas, comida típica espanhola. Estávamos com muiiita fome. Eslava é o nome. A escolha não poderia ter sido melhor! Tudo delicioso!!!

O cardápio está logo alí atrás!
Esse é "Um Cigarro para Becquer"

Aqui pode-se ver as sardinhas e o famoso "Huevo Sobre Bizcocho"
 Hora de voltar para o hostel e descansar.
 Sevilha é a quarta maior cidade espanhola e a capital da Andaluzia. Já foi celebre com os Romanos e os Árabes e alcançou todo o seu esplendor no ciclo do ouro. Daqui, o comércio com o novo mundo era controlado nos tempos dos descobrimentos. Sua riqueza segue viva na sua arquitetura e religiosidade.
A catedral de Sevilha é a maior da Espanha. É conhecida como Catedral de Santa Maria da Sede.
Com seu estilo gótico, recebeu o título de Patrimônio da Humanidade em 1987. É, sem dúvidas, a maior catedral gótica do mundo.




Caminhando por Sevilha...


Torre del Oro. Essa torre recebeu esse nome porque no passado, suas paredes eram cobertas por azulejos de ouro.
Plaza de Toros de la Maestranza.
Plaza del Cabildo.




Alcázar.

                    Você caminha e caminha e a Catedral parece estar sempre alí, pertinho...
Chegamos na Plaza de España. Construida em 1929 toda em tijolo e cerâmica, tem a forma semicircular, e um belo chafariz bem ao centro. Linda! Uma vez eu li que o formato semicircular da praça representa um sorriso de boas vindas a quem por lá passa.
 Há um canal que circunda a praça onde você pode andar de barco e se deliciar com a vista, ter uma diferente perspectiva do lugar.


Olha só nossa alegria!! O sorriso de boas vindas da Plaza de España é contagiante! Não poderia faltar "o pulo"!
Os bancos da praça são decorados com painéis de azulejos que retratam um tempo na história da região. Alí as pessoas deixam livros pra quem quiser curtir momentos de tranquilidade que a praça proporciona.
Existem quatro pontes em estilo mourisco pra se cruzar o canal que circunda a praça. Elas representam os quatro reinos medievais da Península Ibérica.
 Anexo à Plaza está o Parque Maria Luiza. Estendemos uma toalha no gramado e ficamos ali, descansando. O Parque é um charme. Tudo muito bem cuidado. Sevilha é toda linda!
 Olha a gente aí ...
                        Mais um pouco da Plaza de España de Sevilha, que me encantou!
 Pode, senhor Gilmar? ... rs
Antes de voltar para o hostel, jantamos uma boa paella e bebemos sangria, bem ao estilo espanhol.
 Hummm! rs...
Fechamos a noite com um belo casamento na catedral.
Muito ficou ainda por visitar em Sevilha. Uma boa desculpa para voltarmos em breve.

Leia Mais
Todos os direitos reservados